COMISSÃO DE COORDENAÇÃO E DESENVOLVIMENTO REGIONAL DO ALGARVE  

Logo SIDS
Português   Inglês        
Início

Relatórios e Publicações

Visualizar relatórios e Publicações

Indicadores-chave
  •  
  • Produto Interno Bruto Regional (PIB regional)
  •  
  • Produtividade do trabalho
  •  
  • Estrutura empresarial
  •  
  • Investimento público e privado
  •  
  • Poder de compra concelhio
  •  
  • Despesa e rendimento das famílias
  •  
  • Desemprego
  •  
  • Emprego
  •  
  • Abandono Escolar
  •  
  • Nível de escolaridade da população activa
  •  
  • Evolução da população
  •  
  • Risco de Pobreza
  •  
  • Mortalidade segundo a causa
  •  
  • Acesso aos cuidados de saúde
  •  
  • Criminalidade
  •  
  • Participação eleitoral
  •  
  • Governo electrónico
  •  
  • Instrumentos de gestão da sustentabilidade
  •  
  • Intensidade turística
  •  
  • Transporte de passageiros
  •  
  • Consumo de energia final
  •  
  • Produção de energia a partir de fontes renováveis
  •  
  • Qualidade do ar
  •  
  • Consumo de água
  •  
  • Reutilização de água residual tratada
  •  
  • Espécies de fauna e flora ameaçadas e protegidas
  •  
  • Área ardida
  •  
  • Qualidade da água em zonas balneares
  •  
  • Uso do solo
  •  
  • Espaços verdes de utilização pública
  •  
  • Valorização e destino final de resíduos

    Áreas temáticas
    Desenvolvimento Económico
    Turismo
    Mobilidade e transportes
    Energia
    Agricultura
    Florestas
    Pescas
    Emprego
    Educação
    População e Migração
    Pobreza e Exclusão Social
    Saúde
    Segurança
    Cultura e Lazer
    Governança e Cidadania
    Investigação, Desenvolvimento e Tecnologia
    Ar e Clima
    Água
    Natureza e Biodiversidade
    Ambientes Marinhos e Costeiros
    Solos e Ordenamento do Território
    Resíduos



    Proalgarve União Europeia
     
    Natureza e Biodiversidade
    » Área ardida

    FICHA TÉCNICA

    Código: 111
    Indicador-chave: Sim
    Categoria: P-pressão

    Disponibilidade: Disponível


    Descrição
    Número de fogos e área florestal afectada por incêndios florestais. Os incêndios fazem parte do ciclo natural das florestas e antes do homem ter uma participação activa nestes fenómenos, os fogos florestais ocorriam espontaneamente num intervalo médio de 100 a 200 anos. Actualmente estes acontecimentos são uma séria ameaça à floresta portuguesa, pois causam uma redução da produção florestal, perda significativa de biodiversidade e de bens materiais das populações rurais. A tendência crescente de área ardida é também resultado da ocorrência de condições propícias à deflagração de incêndios, nomeadamente condições meteorológicas extremas agravadas pelas mudanças climáticas (e.g. ondas de calor), períodos com temperaturas diurnas e nocturnas acima da média, humidade relativa baixa, ventos de forte intensidade e significativas quantidades de matéria combustível nas áreas florestais.

    Unidade
    ha, n.º

    Metas
    Não foram identificadas metas a nível regional. No entanto, a Estratégia Nacional de Desenvolvimento Sustentável (ENDS – 2015) e a Estratégia Nacional para as Florestas estabelece, entre outras, as seguintes metas nacionais para a redução da vulnerabilidade a incêndios florestais:
    i) área média anual ardida inferior a 100 000 ha até 2012;
    ii) eliminar incêndios com áreas superiores a 1000 ha até 2012;
    iii) reduzir a área média anual ardida para menos de 0,8% da superfície florestal até 2018

    Metodologia
    Registo do número de fogos e contabilização da respectiva área ardida, por ano, segundo a metodologia estabelecida pela Direcção Geral dos Recursos Florestais

    Unidade Espacial
    NUTS II

    Periocidade
    Anual

    Fonte(s)
    DGRF - Núcleo Florestal do Algarve



    Objectivos da ENDS 2005-2015
    3º Melhor ambiente e valorização do património



    Eixos de Desenvolvimento Regional 2007-2013
    XIV. Criar níveis elevados de protecção ambiental
    XVI. Implementar uma política de prevenção de riscos



    Politicas Estratégicas do PROT Algarve
    1. Sustentabilidade ambiental
    2. Reequilíbrio territorial



    Documentos Relevantes
    Resolução do Conselho de Ministros n.º 114/2006, de 15 de Setembro - Estratégia Nacional para as Florestas; Resolução do Conselho de Ministros n.º 65/2006, de 23 de Março - Plano Nacional de Defesa da Floresta Contra Incêndios; Lei n.º 33/96, de 17 de Agosto - Lei de Bases da Política Florestal



    Análise Sumária
    Os anos de 2003 e 2004 representam 57% da área ardida do período 1980 - 2006. A área ardida em 2003 foi a mais elevada dos últimos 26 anos, tendo ardido 57 178 ha no Algarve, com especial incidência nos concelhos de Monchique, Silves, Portimão, Lagos e Aljezur. No ano 2004, o segundo em área ardida no período em análise, os fogos florestais incidiram especialmente nos concelhos de Loulé, São Brás de Alportel, Tavira totalizando 30 672 ha de área ardida. O número de ocorrências de fogos florestais e a área ardida não apresentam uma correlação, o que indicia a necessidade de analisar outras variáveis para fundamentar a variação da área ardida.
     

    Indicador

     

     « Comentarios

    CCDR Alg Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Algarve
    Praça da Liberdade, nº2, 8000-164 Faro
    Tel. 289 895 200   Fax. 289 803 591
    E-mail: geral@ccdr-alg.pt
    © CCDR Algarve 2005